Pentágono envia 4 caças de ataque A-10 para patrulhas no Mar da China

Avião de ataque A-10 "Warthog"

A-10 voam sobre reivindicações Chinesas no Mar da China meridional.

O pentágono enviou quatro caças sub-sónicos de ataque A-10 para patrulhas marítimas a oeste das Filipinas, numa zona que é rica em recursos naturais e que é reivindicada tanto por Pequim como por Manila.
 
Os aviões faziam parte de um conjunto de forças americanas que foi destacado para as Filipinas no âmbito do exercício "Balikatan". Tendo este terminado, no passado dia 15 de Abril, a maior parte dos militares e aviões norte-americanos partiram da região, mas quatro A-10 "Warthog" e dois heicópteros HH-60G de resgate permaneceram para trás, na base aérea de Clark.
 
Avião de ataque A-10 Warthog
 
Estes mesmos A-10 são os que agora fazem parte das manobras de patrulha americanas, como parte das medidas para garantir a livre circulação em águas internacionais.
 
Em meados de Abril, também o porta-aviões da Marinha dos EUA, USS Jonh C.Stennis tinha navegado através das mesmas águas na que foi chamada de "patrulha de liberdade de navegação" por parte dos americanos. Pequim condenou as movimentações.
 
A China tem sido criticada pela sua presença agressiva no Mar da China, recorrendo mesmo ao uso de ilhas artificias, por si construídas, de forma a "aumentar" a sua ZEE ou Plataforma Continental. O País asiático tem também recorrido ao uso dos seus meios navais para patrulhas em áreas de jurisdição não lhe competidas.
 
O facto do Pentágono ter enviado este tipo de aeronave para patrulhas marítimas é um pouco que inusitado, visto que o mesmo é conhecido pela sua eficiência na função de caça-tanques, caça-helicópteros, escolta de helicópteros e contra-insurgência, não, como avião de patrulha naval.
Fonte: War is Boring // Outros //arquivos independentes
Texto: Portugal Defense News... and global
Imagens: USAF (United States Air Force)
 

Etiquetas

A lista de etiquetas está vazia.